Good bye, my almost lover.


Ontem foi um dia incrivelmente lindo. Depois de um dia escolar, eu tinha marcado de me encontrar novamente com o Edward. Ele estava me esperando na estação Barra Funda, que até então, eu pensei ser perto do meu colégio. E era, mas o fato é que para chegar até lá o caminho era longo, eu tive que dar mil voltas e subir umas três pontes para depois de quarenta minutos vê-lo lá nas catracas me aguardando. Eu estava num estado caótico: estava soada, descabelada, cansada, dolorida e eufórica. Ele me viu, e ficou parado, eu o vi e fiz o mesmo. Ficamos nos encarando por alguns segundos até eu ter coragem de caminhar até ele e abraçá-lo no meu estado deplorável.
Nós seguimos até a estação da Sé, onde mudamos de linha e fomos até a São Bento ( ou seria João?) e de lá fomos direto pra Galeria Olido, onde eu iria me inscrever num curso de teatro que por sinal, não tinha vaga nos meus horários disponíveis. u.u
Isso já era quase 17 horas, e minha mãe me ligou mandando-me ir pra casa. Eu disse que iria o acompanhar até a estação da Luz, onde ele pegaria o metrô e iria embora. Foi o que fizemos.
Nós chegamos lá, nos abraçamos e nos despedimos. E antes que eu pudesse virar as costas ele me entregou um leãozinho que segurava um coração escrito 'i love you' e disse 'toma, presente de aniversário' ai eu 'pra mim?' ele riu e disse 'é claro!' HAHA. Eu peguei o presente, abracei com toda força e fui aos braços dele abraçá-lo tão forte quanto abracei o leãozinho.
Assim foi o meu dia feliz.
E o leão se apaixonou pelo cordeiro...

H. Nichole.

2 Desnecessariedades.:

Crystelle disse...

E o leão se apaixonou pelo cordeiro... [2]

Open My Heart For You disse...

Que leão descabelado, parece eu HUAHUA ♥